O curso teórico de Piloto Privado (PP) é o primeiro passo da formação de um piloto que deseja ter a aviação como carreira. Nesta fase o aluno recebe o conteúdo necessário para que futuramente possa realizar voos em condições visuais de maneira segura. Apesar de ser o primeiro passo, com esta licença não será possível ainda exercer função remunerada, sendo ideal para quem deseja ter a aviação apenas como um passatempo.

Navegação aérea é uma técnica que consiste em conduzir uma aeronave de um lugar a outro em segurança. No curso de piloto privado daremos uma maior ênfase a navegação visual ou por contato. Neste tipo de navegação o piloto orienta-se por referências no solo para determinar a sua posição.

O curso de conhecimentos técnicos tem como objetivo familiarizar o aluno com a aeronave e o seu funcionamento, detalhando a estrutura, sistemas e demais componentes. No curso de Piloto Privado é dado ênfase a aeronaves movidas por motores a pistão.


A aerodinâmica é definida como o ramo da física que trata do movimento do ar (ou outros gases) e das forças agindo sobre um objeto em movimento nele imerso, ou de um objeto que esteja estacionário em uma corrente de ar. A teoria de voo é a aplicação da aerodinâmica no estudo particular do comportamento de aerofólios e aeronaves na atmosfera.

Meteorologia aeronáutica é a meteorologia voltada especificamente às atividades aéreas tendo em vista a economia e a segurança. No Brasil, o estudo e as aplicações da meteorologia aeronáutica são realizados pelo Comando da Aeronáutica. O trabalho desses meteorologistas consiste em fazer observações visuais (quantidade e altura de nuvens, velocidade e direção dos ventos) nos aeroportos, colher dados de estações e radares meteorológicos, interpretar os dados produzindo previsões meteorológicas específicas para a região do aeródromo e rotas aéreas, muito mais detalhadas que as previsões vistas nos telejornais, assim como divulgar esses dados à tripulação. A meteorologia é indispensável para os pilotos exerçam suas funções.

O curso tem como objetivo apresentar o funcionamento do Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SIPAER), sua história, evolução e os princípios da sua filosofia, bem como introduzir a OACI, o CENIPA, a ANAC e suas normas e regulamentos.

O estudo de Regulamento de Tráfego Aéreo não é fácil, é uma matéria árida com muitos conceitos, muitas siglas, vários tipos de espaço aéreo, tipos de serviços ATS (Serviços de Tráfego Aéreo), etc. São muitos manuais, impressos, documentos oficiais que contém essas informações e a impressão que se tem quando lemos esses documentos é que as informações não se conectam. Mas, apesar de desafiadora essa matéria é extremamente importante, pois é na regulamentação de tráfego aéreo que são pautadas as decisões durante o voo. Durante o decorrer da disciplina, atente-se aos vídeos entre as aulas disponíveis na listagem abaixo.